© 2017 Qi News. | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

RACISMO

Aqui estão reunidos os trabalhos que produzimos, nos vários formatos - reportagens, entrevistas, séries e documentários - que estão relacionados com o racismo em Portugal. O racismo é uma afronta aos direitos humanos e é um obstáculo no caminho de qualquer sociedade democrática e justa, e é o dever dos jornalistas o de o denunciar.

"Ninguém imagina um português negro" - Miguel Vale de Almeida

Miguel Vale de Almeida é professor e investigador em Antropologia no ISCTE. Entre muitas, muitas outras coisas, reflecte abertamente sobre questões de identidade colectiva e comunitária; a imagem concebível do que é um português; e sobre a construção histórica do racismo que se mantém no estado e nas instituições administrativas portuguesas.

Da sua busca irrequieta conseguimos extrair cruzamentos de ideias que nos fazem acreditar que um dia poderemos ter uma sociedade mais resolvida - colectivamente - e que inclua perspectivas diversas em diálogo permanente.

Por António Castelo | 18 Junho 2018

Discriminação institucional contra ciganos - Adérito Montes

Os ciganos vivem em Portugal há mais de 500 anos. Foram reconhecidos como cidadãos em 1822, considerados desde então, oficialmente, portugueses de pleno direito. É difícil acreditar que os cerca de 50.000-100.000 ciganos portugueses são reconhecidos como iguais. Desde sempre foram considerados indesejados, marginais e imunes ao civismo e às regras da sociedade. Será que tem havido, porém, da parte das instituições públicas e estatais, um esforço sincero de integração? Para responder a essa pergunta está o organismo responsável pela integração das comunidades ciganas. Os ciganos são o único grupo de portugueses que tem de lidar com o Alto Comissariado para as Migrações para ver os seus problemas resolvidos.

Por António Castelo | 18 Outubro 2017

Irmã Deolinda Rodrigues

A Irmã Deolinda Rodrigues é Missionária Dominicana do Rosário, e é também directora do Centro Social 6 de Maio, onde trabalha desde 1986. À Qi News falou sobre as origens do Bairro 6 de Maio, ainda antes da independência das antigas colónias, sobre a evolução demográfica e da configuração do espaço, e sobre o percurso que em retrospectiva parece levar inevitavelmente para as demolições que hoje são notícia. A Irmã Deolinda falou dos casos das famílias que não têm direito a casa - uns porque apesar de terem nascido em Portugal estão privados da cidadania; outros porque apesar de terem nascido nas antigas colónias antes de 1974 não têm hoje direito à nacionalidade portuguesa, e ainda outros que, pelas dificuldades em tratar da documentação, ficaram excluídos do Plano Especial de Realojamento.

Por António Castelo | 15 Julho 2018

"A minha filha vai deixar de dizer que é cigana na escola."  - Noel Gouveia

Os ciganos vivem em Portugal há mais de 500 anos. Foram reconhecidos como cidadãos em 1822, considerados desde então, oficialmente, portugueses de pleno direito. É difícil acreditar que os cerca de 50.000-100.000 ciganos portugueses são reconhecidos como iguais. Desde sempre foram considerados indesejados, marginais e imunes ao civismo e às regras da sociedade. Será que tem havido, porém, da parte das instituições públicas e estatais, um esforço sincero de integração? Para responder a essa pergunta está o organismo responsável pela integração das comunidades ciganas. Os ciganos são o único grupo de portugueses que tem de lidar com o Alto Comissariado para as Migrações para ver os seus problemas resolvidos.

Por António Castelo | 11 Setembro 2018

"Os ciganos não têm futuro em Portugal." - José Pereira Bastos

Os ciganos vivem em Portugal há mais de 500 anos. Foram reconhecidos como cidadãos em 1822, considerados desde então, oficialmente, portugueses de pleno direito. É difícil acreditar que os cerca de 50.000 - 100.000 ciganos portugueses são reconhecidos como iguais. Desde sempre foram considerados indesejados, marginais e imunes ao civismo e às regras da sociedade. Será que tem havido, porém, da parte das instituições públicas e estatais, um esforço sincero de integração? Para responder a essa pergunta está o organismo responsável pela integração das comunidades ciganas. Os ciganos são o único grupo de portugueses que tem de lidar com o Alto Comissariado para as Migrações para ver os seus problemas resolvidos.

Por António Castelo | 14 Novembro 2017

Racismo na esquadra de Alfragide - Lúcia Gomes

O Bairro do Alto da Cova da Moura é a casa de milhares de imigrantes africanos e dos seus filhos que cá nasceram, que tal como os pais não são reconhecidos como cidadãos portugueses. São cidadãos de um país onde nunca foram, não podem ser cidadãos do país onde sempre viveram, e vivem marginalizados em todos os aspectos - geograficamente, burocraticamente, e socialmente. Esta série Qi pretende mostrar uma comunidade que vigora, apesar de todas as contrariedades, e que teria muito mais para dar ao resto da sociedade portuguesa, se lhe fosse dada essa hipótese.

Por António Castelo | 5 Dezembro 2017

Mamadou Ba

Mamadou Ba falou com a Qi sobre o racismo em Portugal. A importância com que o tema é tratado na esfera política, os próximos passos do movimento dos sujeitos racializados, e os seus recentes envolvimentos no espaço público foram alguns dos temas tratados nesta conversa, na sede do SOS Racismo.

Por António Castelo | 17 Setembro 2019

"O mais lunático era o mais são" - Dimimas

O Bairro do Alto da Cova da Moura é a casa de milhares de imigrantes africanos e dos seus filhos que cá nasceram, que tal como os pais não são reconhecidos como cidadãos portugueses. São cidadãos de um país onde nunca foram, não podem ser cidadãos do país onde sempre viveram, e vivem marginalizados em todos os aspectos - geograficamente, burocraticamente, e socialmente. Esta série Qi pretende mostrar uma comunidade que vigora, apesar de todas as contrariedades, e que teria muito mais para dar ao resto da sociedade portuguesa, se lhe fosse dada essa hipótese.

Por António Castelo | 26 Setembro 2017

Lolo Arziki

Lolo Arziki é uma jovem cineasta africana, nascida em Cabo Verde e formada em Portugal. Desenvolve o seu trabalho tratando temas como a sexualidade, a negritude, a inclusão social e a experimentação estética. Com a Qi News, falou francamente em como é ser uma artista negra, lésbica e activista em Portugal; nos seus projectos futuros, e no curto - e surpreendentemente rico - percurso até ao presente.

Por António Castelo | 20 Abril 2018

Foto 210 Casal da Mira 05-40 25.10.2018

Por António Castelo | Novembro 2019

7643236556_c13b37fc27_b.jpg

Página de trabalhos da Qi News relacionados com habitação.

Aqui estão reunidos os trabalhos que produzimos, nos vários formatos - reportagens, entrevistas, séries e documentários - que estão relacionados com a habitação em Portugal.

Arshad.jpg

Por António Castelo | Novembro 2019